Onde vamos parar?

Onde vamos parar?

sexta-feira, 5 de outubro de 2007

Pêlo encravado

Essa semana sofri com um pêlo encravado na região da virilha.Doeu bastante.Resolvi detonar ele eu mesmo,já que nunca havia ocorrido esse problema comigo.Fiz algumas perguntas ao professor google e fiquei sabendo um pouco mais sobre o assunto.
O que é?
Doença mais comum em pessoas de pele negra e provocada pela característica recurvada dos pêlos que, ao crescer, encurvam-se e penetram novamente na pele, gerando uma reação inflamatória conhecida como pseudofoliculite.
A causa principal é o ato de raspar ou depilar os pêlos que, quando voltam a crescer, encravam-se.Tambem pode ser por usar roupas apertadas, que comprimam a região e impeçam que o folículo piloso rompa a camada mais exterior da pele; pode ser uma tendência a desenvolver foliculite (o nome "técnico" do pelo encravado).
Manifestações clínicas
As áreas mais afetadas nos homens são o pescoço e a nuca e, nas mulheres, a virilha. Nestas localizações, por serem áreas de dobra da pele, alguns pêlos já nascem de forma oblíqua, o que facilita o seu encravamento.
Com o crescimento, os pêlos penetram a pele formando lesões avermelhadas, inflamatórias, endurecidas e frequentemente com pus, devido à contaminação bacteriana. Algumas chegam a formar verdadeiros cistos, cujo conteúdo é o pêlo que cresce continuamente para o seu interior.
Tratamento
Recomenda-se o desencravamento manual de cada pêlo com agulha esterilizada, colocando-a por sob a alça formada e levantando-o. Não é necessário furar a pele.
Deve-se evitar o escanhoar (barbear no sentido contrário ao do crescimento do pêlo), utilizando a lâmina sempre de forma bem suave. Em casos com inflamação o médico dermatologista poderá indicar um creme anti-inflamatório e antibiótico, de acordo com cada caso.
Uma forma de acabar definitivamente com os pêlos encravados é deixá-los crescer. Quando estão longos, os pêlos perdem a força para penetrar a pele. Como muitas vezes isto não é possível, uma outra opção é a depilação a laser.
Prevenção
Algumas coisas ajudam a evitar o encravamento, independente da origem do problema, como por exemplo,usar roupas mais folgadas, esfoliar a pele uma vez por semana (alguns dermatologistas recomendam até três vezes na região mais crítica, mas é sempre bom conversar com seu médico ou esteticista sobre o problema antes de fazer alguma coisa do gênero); procure um método de depilação que não agrida a sua pele (nem todo mundo se dá bem com a cera, mas certamente, gilete não é o melhor método); fazer depilação definitiva (em profissional habilitado e fazendo testes antes, ou o problema pode piorar); manter a pele hidratada, dentre outras.
Como já estamos falando de pêlos mesmo,mais um problema ligado...
Furúnculo
O que é?
Infecção bacteriana da pele que provoca a necrose (destruição) do folículo pilosebáceo. É causada pela bactéria estafilococos.
Manifestações clínicas
A lesão inicia-se por um nódulo muito doloroso, vermelho, inflamatório, endurecido e quente, centrado por um pêlo, onde pode aparecer pequeno ponto de pus.
Com a evolução do quadro, ocorre o rompimento do nódulo e a eliminação de pus e de uma massa esbranquiçada, popularmente conhecida como "carnegão", formando uma ferida ulcerada que, ao cicatrizar, pode deixar uma mancha escura no local.
As lesões são mais frequentes em áreas de dobras da pele, sendo muito comuns nas nádegas e virilhas, mas podem surgir em outros lugares como o abdômen e as coxas.
Quando ocorrem repetidamente, a doença recebe o nome de furunculose e está associada à uma deficiência do organismo em evitar a infecção do folículo. Quando várias lesões surgem simultaneamente, próximas e interligadas, o quadro recebe o nome de antraz, ocorrência mais comum na região da nuca.
Tratamento
O tratamento é feito com antibióticos locais e sistêmicos. Nos casos muito dolorosos e com superfície amolecida, pode ser feita a drenagem da lesão, com alívio imediato da dor.
Quando ocorre a furunculose, deve-se pesquisar e evitar o que está favorecendo o surgimento das lesões e estimular a imunidade do indivíduo a combater a infecção.
Continuando...
Foliculite
O que é?
Infecção dos folículos pilosos causadas por bactérias do tipo estafilococos. A invasão bacteriana pode ocorrer espontaneamente ou favorecida pelo excesso de umidade ou suor, raspagem dos pêlos ou depilação. Atinge crianças e adultos podendo surgir em qualquer localização onde existam pêlos, sendo frequente na área da barba (homens) e na virilha (mulheres).
Manifestações clínicas
Quando superficial, a foliculite caracteriza-se pela formação de pequenas pústulas ("bolhinhas de pus") centradas por pêlo com discreta vermelhidão ao redor. Alguns casos não apresentam pus, aparecendo apenas vermilhidão ao redor dos pêlos. Quando as lesões são mais profundas, formam-se lesões elevadas e avermelhadas que podem ter ponto amarelo (pus) no centro. Pode haver dor e coceira no local afetado.
Alguns tipos de foliculite tem características próprias:
Foliculite decalvante: neste caso o processo infeccioso leva à atrofia do pêlo, deixando áreas de alopécia que se expandem com a progressão periférica da doença.
Foliculite da barba (sicose da barba): localizada na área da barba, atinge homens adultos, tem característica crônica e, pela proximidade das lesões, pode formar placas avermelhadas, inflamatórias, com inúmeras pústulas e crostas.
Foliculite queloideana da nuca: comum em homens de pele negra, formando lesões agrupadas que ao cicatrizar deixam cicatrizes endurecidas e queloideanas na região da nuca.
Periporite supurativa: atinge as crianças pequenas e geralmente segue-se à miliária, com pústulas superficiais ou nódulos inflamatórios que acabam por drenar secreção purulenta.
Tratamento
O tratamento é feito com antibióticos de uso local ou sistêmico específicos para a bactéria causadora e cuidados antissépticos. Algumas lesões podem necessitar de drenagem cirúrgica.



18 comentários:

  1. Caríssimo Cristian, parabéns pela informação, foi muito útil e enriquecedor para mim, pois sofro com pêlos encravados (barba), espero sempre encontrar boas informações como esta.

    ResponderExcluir
  2. Muito boa suas informacoes.
    Muito de bom proveito. Continue assim.
    Abracos
    CARLOS

    ResponderExcluir
  3. valeu mesmo Cristian. Me serviu muito! Que professor porreta esse Sr. Google hein!

    Valeu Dr. Cristian.

    Basilio Magno - SP

    ResponderExcluir
  4. ola, faço depilação com aparelho electrico e noto que me surgiu muito pelo encravado e alguns doem na zona da perna, tenho vontade de espremer mas tenho medo de infectar, alguns já tem mancha escura o que faço??

    ResponderExcluir
  5. oi gostei do que foi relatado sobre os pelos encravado, assim me troxe conhecimento e me tirou duvidar de um problema que muitos homens caregam e que temos que encontrar uma solução !!
    foi muito benefico o conhecimento que obtive !!

    ResponderExcluir
  6. Olá, apenas para uma complementação, informo que a inflamçaõ que ocorre na barba, é especificamente chamada de foliculite de barbar, sendo tratada com esfoliação básica, com princípios ativos do acido acetilsalicílico, resolvendo praticamente em 90% da inflamação...valeu!!!!

    ResponderExcluir
  7. oi gostei muito de todas as informações, sofro com um pelo encravado ,faz algum tempo q ele vem me encomodandoe nao sai pra fora , vou procurar um especialista pra resolver esse problema. obrigado....

    ResponderExcluir
  8. parabens pelas informaçoes.........

    ResponderExcluir
  9. olá! estou sofrendo muito com uma infecção causada por um pêlo encravado na região da virilha, a dor e terrível,não sei o que faço para melhorar se tomo anti-inflamatório ou vou ao médico.Gostei da matéria!

    ResponderExcluir
  10. OLá!! Tudo o que li achei muito enriquecedor. Obrigada. Eu já fiz análises ao sangue e exames aos ovários para o meu endocrinologista perceber o meu problema de crescimento dos pêlos no queixo.Receitou-me a a toma de 2 pílulas ( a Diana e a yasmin). Eu como sou muito enjoada tomei só a yasmin mas passado 2 meses de ter iniciado a yasmin eu tive uma pneumonia segundo o pneumoligista era pneumonia típica.Voltei para casa com os antibióticos para a pneumonia passaram 2 dias eu só piorava e disseram-me que a pneumonia provocou-me um derrame no pulmão.Receitaram-me outro antibiótico mais forte ( fiz dois antibióticos diferentes).Eu parei com a yasmin e tomei só os antibióticos. Comecei a melhorar....fiquei boa graças a Deus!Já lá vão 2 anos e não tive recaídas, mas um dia destes li aqui na internet comentários de mulheres que tiveram problemas no pulmão no 2ºmês da toma da yasmin.Eu já questionei alguns Médicos sobre isso e a resposta é ...Não tem nada a ver com a pílula. Eu continuo com os pêlos no queixo negros e fortes porque sou da raça àrabe e portuguesa e... ao arrancar com a pinça fico cheia de borbulhas, com a cera provoca menos borbulas mas crescem muito rapidamente, uso cremes para retardar e nada.Queria voltar ao tratamento indicado pelo meu endocrinologista mas fiquei com medo devido aos comentários sobre as reações da yasmin. Por favor ajude-me porque fico bastante complexada com estes pêlos e borbulhas.

    ResponderExcluir
  11. tenho um na virilha , doi tanto .

    ResponderExcluir
  12. Oi
    ultimamente isso tem acontecido comigo ,mas nao sabia o que era
    foi muito bom saber que meu problema é de pelos encravados e isso é muito ruim para as mulheres e nao sao só os homens que sofrem com isso eu sofro muito pq alen de ser feio é irritante
    Obrigada por exclarecer !!! (:

    ResponderExcluir
  13. boa tarde
    tenho mtos pelos encravados na virilha e nas pernas, optei em fazer a fotodepilaçao q e a luz pulsada acha q pode resolver meu problema, pois nao tenho mais o q fazer
    obrigada

    ResponderExcluir
  14. essa semana tive essa infecção que sai plus tipo uma crosta. nossa eu levei um susto porque em um dia, nao tinha nada no outro eu nao aguentava sentar, nem andar. achei até que era herpes. procurei uma ginico, ate me assustei quando vi que era um pelo encravado. primeira vez que vejo isso. vo começa fazer esfoliações pra evitar isso de novo!

    ResponderExcluir
  15. legal..bem esclarecedor...me serviu muito..pouco se fala sobre um problema super comum...

    ResponderExcluir
  16. Nossa muito bom mesmo, agora nao estou mais preocupada ehueheuheeuh.

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário,sua opinião é importante e será sempre bem vindo.Criticas e sugestões tambem serão aceitas e analisadas detalhadamente.Ateção às palavras ofensivas,pois farão seu comentário não ser aceito.